Imagem

Atenas, onde a história ainda vive

Depois do nosso primeiro voo numa classe executiva, e de uma alegria imensa por não ter que comer com talheres de plástico, chegamos ao nosso tão sonhado destino de lua de mel. Começamos pela belíssima Atenas…

p1040014Nossa 1ª refeição foi no quarto do hotel mesmo: salada grega e souvlaki. Ambos sensacionais. A culinária mediterrânea é muito saborosa e marcante. Virei fã. O queijo feta tem personalidade e traz um sabor incrível à salada grega e outros pratos. Os frutos do mar são os mais frescos que você poderia querer e as carnes têm um tempero perfumado de especiarias e ervas, tudo na medida certa. O tomate não é tão ácido, parece mais adocicado e o azeite, ah o azeite… se alguém nesse mundo sabe fazer o autêntico e perfeito extra virgem, esse alguém é o grego. Deus do céu, o que é aquilo! Veja aqui e aqui outras delícias gregas.

Ficamos menos de 2 dias em Atenas, mas tivemos tempo de descobrir muitos dos encantos da capital grega. Berço da civilização, da filosofia e do teatro, a cidade é história pura. Em um dia passamos pelas edificações mais famosas do mundo antigo: Acrópole, Partenon, Templo de Hefesto, Erecteion, Teatro de Dionísio, Estádio Panatenaico, entre outros pontos turísticos imperdíveis. Esses suntuosos monumentos estão em constante restauração para que a beleza de suas estruturas seja preservada ao longo do tempo. Dica: quando for fazer esse passeio histórico, recomendo o uso de tênis, pois as pedras são muito escorregadias. Eu fui de chinelo e me dei mal…rs

dsc00003

p1040114

Não deixe de passear pela Praça Syntagma, onde se encontra o Parlamento Helênico. Se não me engano, de hora em hora acontece a troca de guarda, uma “cerimônia” muito bacana de se ver. Caminhar pelas ruas do bairro de Plaka também é muito gostoso. São tantas lojas com produtos artesanais e típicos da cultura grega, como tecidos, especiarias, azeites e muitas outras delícias gastronômicas, que dá vontade de trazer tudo dentro da mala. Foi mais ou menos o que eu fiz 🙂

O concierge do hotel nos recomendou uma visita ao Monte Lycabettus, o ponto mais alto da cidade, que fica 277 metros acima do nível do mar, localizado no elegante bairro de Kolonaki. Como fomos à noite, optamos por ir de táxi mesmo. Chegando lá, compramos o ticket para o funicular que nos leva até o topo. Quem animar também pode subir por uma trilha ou pelas escadas em torno da montanha.

A vista lá de cima é espetacular. Você consegue ver a cidade toda e os monumentos iluminados ao longe. Lá tem também uma igrejinha, onde compramos velas e fizemos nossa oração e agradecimento. Como não sabíamos da existência desse lugar, nem tivemos tempo de fazer reserva no restaurante que, naquela noite, estava lotado. O máximo que conseguimos foi tomar um drink no bar. Então, fica a dica para quem for fazer o passeio: vá no final do dia para assistir ao pôr do sol e reserve uma mesa no Orizonte Lycabettus Restaurant com bastante antecedência.

Saímos de lá, com o casal queridíssimo de brasileiros, que também estavam em lua de mel no nosso hotel, e fomos jantar num restaurante à beira mar (esqueci o nome…rs). Comemos frutos do mar deliciosos, regados a muito vinho branco e boas risadas. Assim, encerramos a primeira etapa da nossa viagem…

Orizontes Lycabettus Restaurant

http://www.orizonteslycabettus.gr/the-restaurant/?lang=en

Aristippou 1, Athina 106 76, Grécia

Quer saber mais sobre a Grécia? Clique aqui e aqui.

Imagem

Barcelona em menos de 3 dias

Barcelona foi a primeira cidade da Europa que conhecemos, há mais de dez anos. Isso por si só, já nos trouxe uma carga de emoção bem grande. Afinal, quem nunca sonhou em conhecer o Velho Mundo, né?

italia-2007-137Foram apenas dois dias e meio hospedados num hotel um pouco afastado do centro. Foi uma coisa bacana, pois caminhávamos bastante para chegar ao metrô e, foi assim, que soubemos da existência do Roserar de Cervantes, um parque muito bonito e bem preservado, com diversos tipos de rosas e outras flores, que alegraram nossa caminhada.

Nossa primeira parada oficial foi no Parc Güell, que apresenta, através das obras de Gaudí, a perfeita combinação da arte e da arquitetura. A beleza natural e os detalhes das obras feitas em mosaico nos encantaram. Sem dúvida um dos parques mais lindos que já vimos.

Almoçamos uma deliciosa paella catalã num restaurante no meio de La Rambla, a avenida mais famosa de Barcelona, repleta de lojinhas, bares, cafés, artistas de rua, muitos turistas e, consequentemente, pick pockets (batedores de carteira). É bom não dar bobeira nessa região.

italia-2007-272No dia seguinte, passamos pela muralha romana, fomos no Museu Picasso e no Dalí e pegamos um daqueles ônibus hop-on/hop-off para ver (de longe) outras construções e pontos turísticos da cidade. Como o tempo era curto, tivemos que optar pelos hot spots que não perderíamos por nada nesse mundo!

italia-2007-200Visitamos a Sagrada Família, que estava sendo restaurada, mas de forma alguma perdeu sua majestade e imponência. A arquitetura neogótica é realmente impressionante, assim como a vista panorâmica lá de cima. Os mais de 400 degraus da descida deixaram nossas pernas bambas e a sensação de dever cumprido.

Seguimos pelas charmosas ruas da cidade e demos de cara com o Museu de la Xocolata, que infelizmente estava fechado. Por sorte, encontramos no caminho uma loja de chocolate de dar água na boca, a Xocoa. Tinha chocolate de todos os tipos, formatos e combinações inusitadas de sabores. Até cerveja feita de cacau experimentamos. Voltamos com a sacola recheada. Como boa chocólatra, recomendo!

À noite, combinamos de nos encontrar com um amigo que estava morando em Barcelona, o Marquito, e ele sugeriu o bar La Champañeria. O lugar é pequeno, cosmopolita, abarrotado de gente e meio bagunçado, por isso relaxe e vá preparado para ficar um bom tempo em pé e fazer seu pedido no balcão mesmo. Isso tudo vale à pena, pois o bar tem uma vibe muito boa, pessoas animadas, mandando ver nas cavas e nos deliciosos tapas que a casa oferece. Nós adoramos o bar, a cidade e a companhia.

Nossa, nem acredito que fizemos tudo isso em menos de 3 dias!

Bjs e até a próxima ;o)

Xocoa

http://www.xocoa-bcn.com/

Carrer de Petritxol, 11, 08002 Barcelona, Espanha

 

La Champañeria

Carrer de la Reina Cristina, 7, 08003 Barcelona, Espanha

Imagem

Por que se hospedar em Las Condes?

Uma das coisas mais bacanas de viajar, além, claro, de ter experiências incríveis, é poder compartilhar essas experiências com outras pessoas. Por isso, dicas de amigos viajantes são sempre valiosas. Converse com eles, compartilhe sua vivência, seus bons momentos e também os seus perrengues. Essa troca é muito importante!

Foi pelas dicas da minha amiga Isa (também louca por viagens) e de um amigo da turma do vinho (Bruno), que resolvemos ficar no bairro de Las Condes durante nossa estada em Santiago.  A região tem muitas opções de bares, lojas de vinho e conceituados restaurantes, como os que ficam no Hotel W. Além disso, o bairro é muito tranquilo e seguro, tem um ar meio europeu e o contraste dos arranha-céus com a estonteante Cordilheira que, somado ao frio de setembro, trouxe ainda mais elegância às ruas da capital chilena.

img_6923Ficamos hospedados no La Sebastiana Suites, recomendado pela minha amiga e premiado como Traveller´s Choice 2016 pelo Trip Advisor. O lugar é tipo um studio, com sala, quarto, banheiro e uma pequena cozinha. Não tem nenhum luxo, mas é limpo, cheiroso, espaçoso, tem uma decoração simpática e aconchegante, café da manhã incluso na diária e ainda é extremamente bem localizado. Um ótimo custo benefício para quem busca conforto e também economia. Recomendo!

img_7157Um passeio que não toma muito tempo e acho interessante fazer, é subir no Sky Costanera, o prédio mais alto da América Latina, localizado dentro do Shopping Costanera Center, a poucos quarteirões do nosso hotel. Se não me engano, de 2ª à 5ª o preço é 5.000 pesos chilenos por pessoa (aprox. R$ 25 pp – câmbio set/16) e no fim de semana CLP 8.000. Lá do alto você tem uma vista lindíssima 360º de toda a cidade. Vale à pena!

img_6711Por uma feliz coincidência, encontramos no topo do Sky Costanera um casal que mora no mesmo prédio que a gente em SP, que só conhecíamos de vista, a Simone e o Alexandre. Naquele dia, marcamos de fazer juntos um passeio pelo Valle Nevado, depois saímos para jantar, conhecemos lugares bacanas, descobrimos que temos muitas coisas em comum e demos muita, muita risada. Tá vendo como viajar faz bem? Talvez, se não fosse pela viagem, hoje seríamos apenas vizinhos de elevador….

La Sebastiana Suites

http://www.lasebastiana.cl/

Dica de ouro: se precisar de táxi seguro e confiável para busca-lo no aeroporto ou fazer outros trajetos, indico o simpático e pontual Christian, credenciado oficial do aeroporto. Acertamos tudo com ele por Whatsapp (em português) e deu super certo.

Christian González (táxi)

+56 971831178 | chrisgerald99@gmail.com

 

Imagem

Coliseu, para admirar com os olhos e com o coração

Gosto da Europa por inúmeras razões, mas, principalmente, pelos contrastes entre moderno e antigo, pela riqueza de cultura e porque ela exala e respira história o tempo todo.

Ficamos apenas dois dias em Roma e acabamos conhecendo somente os principais pontos turísticos, mas certamente voltaremos para desbravar cada canto da cidade. Caminhar pelas ruas de Roma é apaixonante e a noite da capital italiana me pareceu incrivelmente rica em opções.

Acho que é impossível visitar Roma e não entrar no Coliseu. Eu não conheço ninguém que tenha cometido essa proeza. E sim, você deve tirar quantas fotos puder e quiser lá dentro, por mais clichê que possa parecer. Só não deixe de observar tudo aquilo com os olhos também. Deixe os smartphones e câmeras de lado e apenas aprecie a dimensão do que estará a sua frente.

italia-2007-071Quando saímos do metrô e demos de cara com o Coliseu fiquei cho-ca-da. Não é à toa que esse monumento é considerado uma das 7 Maravilhas do Mundo. Sua imponência é intimidante. Caminhamos pelos corredores do Coliseu e, quando encostei minhas mãos nas paredes, fiquei arrepiada. Me senti no filme de Ridley Scott, como uma gladiadora. Era como se eu mesma estivesse me preparando para uma das batalhas, que tanto divertiram os romanos na época. Fechei os olhos e tentei imaginar o chão tremendo com a força dos aplausos e a gritaria da imensa plateia, que vibrava e esperava ansiosamente pelas lutas. Me senti muito pequena lá dentro, foi uma sensação bem diferente, como nunca tinha vivido.

italia-2007-097Saindo de lá, fomos até a Piazza della Bocca della Verita, pois eu queria de qualquer jeito conhecer a famosa escultura que tanto vi nos filmes. A Bocca della Verita, ou Boca da Verdade, fica em frente à praça e é conhecida como detector de mentiras. Reza a lenda que se um mentiroso colocar a mão na boca da escultura ela irá “morder” e arrancar sua mão. Nós passamos no teste, mas que dá um frio na barriga, isso dá! E você, teria coragem de colocar sua mão lá dentro?

Reserve um tempinho para visitar o charmoso e boêmio bairro Trastevere, repleto de restaurantes e bares. Como não ficamos muito tempo em Roma, conhecemos apenas um restaurante nessa região, onde comemos uma pizza deliciosa (mas, ainda prefiro a do Brasil) acompanhada de um vinho tinto da casa. Ah, não se assuste se ao final da última garfada, o garçom aparecer com a conta, antes mesmo de você pedi-la. Isso é bem comum por lá. Apenas relaxe e aproveite o jeitinho italiano de ser!

Imagem

A vinícola mais linda que já vi

Se você for para o Chile e quiser fugir um pouco das vinícolas mais comerciais e turísticas, uma boa ideia é fazer uma visita à Viña Errazuriz, que fica na cidade de San Felipe, Vale Aconcagua.

Eu e o Mau estávamos em Santiago, ansiosos pela chegada de um casal muito querido para começar a segunda etapa da viagem: as viñas. Buscamos a Joyce e o Alexei no aeroporto e seguimos para San Felipe, a 100 km da capital chilena.

img_1166A paisagem que vimos no caminho até a vinícola é simplesmente linda. Aquele céu azul, a Cordilheira dos Andes ao fundo, a neve sendo derretida pelo sol, anunciando o fim do inverno, são de tirar o fôlego.

Chegando lá, fomos recebidos por uma vista incrível. Espelhos d’água te guiam para a casa principal. Árvores, flores e muitas plantas estão lindamente posicionadas por toda a propriedade. As montanhas ao fundo e o resto do espaço preenchido com parreiras. É praticamente uma obra de arte!

Como não tínhamos feito reserva e chegamos lá no fim da tarde, infelizmente não conseguimos fazer o tour com as degustações, mas não perdemos a viagem. Compramos uma garrafa do The Blend Collection, um assemblage das uvas Grenache, Syrah, Mourvèdre e Carignan (delicioso) e degustamos no espaço com vista para o jardim. Um cheirinho suave, parecido com o perfume da dama da noite, e o som da fonte no jardim eram o convite que precisávamos para fazermos tudo isso sem a menor pressa.

img_1183Nem me lembro quantas vinícolas já visitamos nessa vida, mas a Errazuriz foi a que mais nos impressionou. É um lugar que traz um ar de despreocupação, como se fosse possível parar o tempo por alguns instantes, sabe? Muito especial. Queria ter passado mais tempo lá…

Bem que a minha prima falou que era um passeio imperdível. Obrigada pela dica, Pri ❤

Viña Errazuriz

Calle Chorrillos 21, San Felipe, Chile

www.errazuriz.com